quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Remoinho de palavras escritas e prazeres...


As palavras libertam-se em actos de escrita revoltantes e sinceros...
Conversas sem som espalham-se em páginas de diálogos...
O sentido, só quem sente o percebe. A transmissão é feita, é simples...
A liberdade vai-se sentindo por cada palavra escrita, os momentos são únicos e incompreendidos (que importa?), sabem bem...
Prazer eterno de uma paz que percorre o corpo e a mente, a respiração acalma e o nó na garganta é libertado... O peso desaparece tal como a dor e o orgulho surge por saber cuidar de mim, saber o melhor a fazer em momentos apertados...


Quando a revolta é muita e não posso gritar, escrevo...


Para gravar e relembrar para sempre, poder dizer o que sinto e expressar a minha alegria e (talvez) felicidade (às vezes), escrevo...


Estou bem porque escrevo, fico bem porque escrevo, sou feliz porque escrevo...


Memórias escritas para um dia, se me esquecer (ou não me lembrar) poder reviver e recordar...
E talvez, rir e chorar...

10 comentários:

foryou disse...

:)

vício disse...

há outras coisas que também nos fazem sentir muito bem...

Jota disse...

Fryou: Obrigada pelo smile...

Sinpatico...

Kiss kiss

Jota disse...

Tens toda a razão Vicio...
Isto é apenas uma das...

Kiss kiss

escarlate.due disse...

a menina anda com fome? agora come letras? ora ponha lá o O no lugar dele, sff!!!
:)

Jota disse...

Foi sem querer...
Às vezes acontece...
loooooool

Não te escapa nada oh Escarlate..

Kiss kiss

escarlate.due disse...

não gosto de perder o que me pertence, Jota
:P

Jota disse...

Foryou desculpa...
(mas foi sem querer... escapou...)

Kiss kiss

NunoSioux disse...

he he he he he heh eh he TOMA!!!!!
UMA RASPA EM DIRECTO E A CORES TOMA!!!!!!!!


he he he he h ehehe

Ps: Bom texto!!!

hi hi hi hi

Jota disse...

Sim Nuno gosto destes teus momentos de inspiração... (que te dão só para gozares com tudo...)

;p

Kiss kiss